Unha Encravada: Causas, Sintomas E Tratamento

Unha Encravada Podologa Fabiana Oliveira

O Que é Unha Encravada?

A unha encravada é uma condição comum que ocorre quando a unha penetra na pele ao seu redor. A unha encravada pode causar dor, inchaço e infecção na área ao redor, o que pode tornar difícil andar, usar sapatos e realizar tarefas diárias.

A unha encravada é mais comum nas unhas dos pés, embora isso também possa ocorrer nas unhas das mãos. Os dedos mais comumente afetados são o dedo grande e o dedo médio, embora qualquer unha possa ser encravada. Às vezes, apenas uma pequena parte de uma unha pode ser encravada.

Existem vários fatores que contribuem para o desenvolvimento da unha encravada. Estes fatores incluem usar sapatos apertados que não permitem que a unha se expanda adequadamente durante o crescimento, traumas na área da unha, usar unhas demasiado longas ou curtas e condições médicas que afetam a saúde das unhas.

A unha encravada pode ser extremamente dolorosa e levar a complicações se não for tratada adequadamente. O tratamento para unhas encravadas é geralmente realizado por um podólogo que é o profissional habilitado para lidar com esse problema, em casos extremos o podólogo pode encaminhar o paciente para um médico para um procedimento cirúrgico. 

É importante saber que a unha encravada pode se tornar mais grave ao longo do tempo se não for tratada. Se você estiver preocupado com a unha encravada, é melhor procurar um podólogo, ele vai entender qual e o melhor procedimento e ser o for o caso fazer o encaminhamento para o médico.

Sintomas de Unha Encravada

O principal sintoma de uma unha encravada é a dor severa, que pode ser localizada ou difusa. A dor tende a aumentar quando a unha fica presa ou quando a pessoa realiza qualquer atividade que exija uma leve caminhada ou qualquer atividade em que seja necessário se apoiar no pé que está com esse problema. Além disso, os sintomas podem incluir:

– Vermelhidão e inchaço na área em torno da unha

– Descamação da pele

– Pele avermelhada e úmida, que pode se desenvolver em uma infecção

– Uma sensação de pressão, como se a unha estivesse empurrando a pele

– Sensibilidade à pressão na área ao redor da unha

– Atividade dolorosa, como andar ou vestir-se

– Secreção Purulenta

O sintoma mais comum de unha encravada é a dor. A dor pode variar de leve a severa e pode se manifestar em qualquer parte da unha ou perto dela. Algumas pessoas também relatam um sentimento de pressão na área próxima à unha.

As unhas encravadas também podem ser identificadas como um pequeno orifício na parte superior da unha. O orifício pode tornar-se inchado e doloroso. A área ao redor da unha também pode mostrar sinais de inflamação, como vermelhidão e inchaço.

Se o problema não for tratado, o inchaço na área pode se tornar ainda maior, enquanto a pele em torno da unha pode descamar e se tornar escura. Se a infecção se desenvolver, a pele ao redor da unha também pode se tornar vermelha e úmida.

Uma vez que a unha é encravada, o inchaço e a dor geralmente se intensificam. A dor pode ser mais intensa quando a pessoa anda, usa calçados apertados ou prática qualquer atividade que exija força. Se as unhas encravadas não forem tratadas, a dor pode aumentar e tornar-se crônica.

Causas de Unha Encravada

A unha encravada é uma condição comum que ocorre quando a borda da unha cresce na pele macia ao seu redor. As principais causas de unha encravada são o uso de calçados apertados, a pressão exercida sobre as unhas.

Usar calçados apertados é a principal causa de unha encravada. Calçados apertados aumentam a pressão sobre as unhas, fazendo com que elas cresçam na pele ao seu redor. Isso é especialmente verdade quando os calçados são usados por longos períodos de tempo ou quando os sapatos são muito apertados.

Outra causa comum de unha encravada é a pressão exercida sobre as unhas. Isso pode ocorrer devido a atividades que exigem a execução de tarefas repetitivas, como digitando em um teclado. Esta pressão constante sobre a unha pode levar ao crescimento da unha na pele ao seu redor.

Algumas condições médicas também podem aumentar o risco de desenvolver uma unha encravada. As condições incluem diabetes, artrite, má circulação sanguínea, hipotireoidismo e distúrbios da pele.

Algumas pessoas têm unhas mais frágeis e suscetíveis a lesões, o que aumenta o risco de desenvolver unha encravada. O uso de acetona e outros solventes também pode deixar as unhas mais frágeis e propensas a lesões.

Finalmente, as unhas podem ser encravadas devido à manipulação ou corte inadequado. Isso ocorre quando as unhas são cortadas muito curtas ou em ângulos estranhos, o que aumenta o risco de lesão. O uso de tesouras afiadas e limas erradas também pode levar a unha encravada.

Prevenção de Unha Encravada

Uma das melhores maneiras de evitar unha encravada é seguir certas práticas de saúde. É importante manter os pés limpos e secos, e certificar-se de que seus sapatos são confortáveis ​​e adequadamente ajustados. Ao usar um novo par de sapatos, use meias absorventes e use-os por apenas algumas horas por dia, para permitir que seus pés se acostumem.

Se você tiver problemas de diabetes ou outras condições médicas que afetem os pés, deve manter uma cuidadosa vigilância para possíveis sinais de unha encravada. Além disso, é importante manter o correto cuidado dos pés, visitando regularmente seu podólogo para  verificação dos pés.

Outros cuidados importantes incluem:

– Use meias limpas e confortáveis ​​todos os dias. Escolha meias feitas de material que absorva a umidade, como algodão, lã ou algum outro material absorvente.

– Mantenha os pés secos e limpos. Passe creme hidratante em todos os seus pés, especialmente entre os dedos, para ajudar a manter os pés úmidos.

– Mantenha as unhas curtas e cuidadosamente cortadas. Use uma lixa macia e corte as unhas em linha reta ao invés de em forma de “círculo”.

– Use sapatos adequadamente ajustados. Evite sapatos apertados, sapatos de saltos altos ou sapatos que possam ficar presos nos seus dedos. Sapatos com pontas largas também são recomendados, pois evitam o atrito entre os dedos.

– Use calçados que absorvem a umidade. Use tênis, botas ou outros calçados que absorvem os suores, como botas de couro. Evite usar sapatos sintéticos ou plásticos.

– Use palmilhas. Se você usar sapatos apertados ou desconfortáveis, coloque palmilhas para ajudar a minimizar a pressão e o atrito entre os dedos.

– Faça exames regulares de saúde. Se você tiver alguma condição médica que afete os pés, consulte seu médico e visite seu podólogo regularmente para verificar a saude dos seus pés.

Acompanhando esses conselhos, você deve poder prevenir unha encravada. Se você notar algum sintoma, consulte um podólogo imediatamente para obter um diagnóstico e tratamento adequados.

Tratamento de Unha Encravada

O tratamento para unha encravada depende da severidade da condição. No entanto, em todos os casos, é essencial procurar a ajuda de um profissional de podologia, pois ele é a pessoa mais indicada para avaliar e tratar os problemas relacionados aos pés.

Embora alguns cuidados básicos possam ajudar a aliviar temporariamente os sintomas da unha encravada, como evitar atividades físicas que possam provocar dor ou pressão na área afetada, eles não substituem a avaliação e o tratamento feitos por um podólogo.

O profissional de podologia pode avaliar o grau da lesão e indicar o melhor tratamento. Em alguns casos, pode ser necessário um procedimento para remover a parte encravada da unha. Este tratamento, feito por um podólogo, reduz o risco de infecção e acelera o processo de cura. 

Em casos graves, o podólogo pode recomendar a remoção total da unha encravada. Este procedimento é geralmente indicado para casos crônicos ou resistentes ao tratamento.

Se a condição da unha encravada evoluir para uma infecção mais séria, o podólogo pode encaminhar o paciente para um médico, que pode prescrever antibióticos para combater a infecção. 

Além do tratamento, o podólogo pode sugerir algumas mudanças de hábitos para evitar novos episódios de unha encravada. Entre as recomendações, pode estar o uso de calçados confortáveis, evitar o uso prolongado de sapatos apertados, e manter os pés limpos e secos.

Lembre-se: nunca tente resolver o problema de unha encravada em casa, sem a supervisão de um profissional. Isso pode agravar a condição e aumentar o risco de infecções. Sempre procure a ajuda de um podólogo quando tiver problemas com seus pés.”

Complicações da Unha Encravada

Uma unha encravada pode causar sintomas incômodos como irritação na pele, dor, inchaço, vermelhidão, formação de pus e alterações na pele ao redor da unha. Além disso, pode abrir caminho para infecções bacterianas e fúngicas, que se não forem tratadas, podem levar a complicações mais sérias.

A complicação mais comum da unha encravada é a infecção. Quando as bactérias se instalam na pele ao redor da unha encravada, isso pode resultar em inchaço, vermelhidão, dor, calor e descarga de pus. Essas complicações podem levar a inflamações persistentes e a problemas mais severos.

Outra complicação possível é a paroníquia, uma infecção fúngica que afeta a unha. Essa situação pode causar descoloração da unha, inchaço, vermelhidão e secreção de pus, exigindo um tratamento específico para ser controlada.

Por isso, é fundamental que as pessoas procurem um podólogo assim que notarem sinais de unha encravada. Quanto mais cedo o problema for tratado, menores são as chances de complicações graves ocorrerem. Se o tratamento não for realizado a tempo, a unha encravada pode levar a sérias complicações que podem afetar a qualidade de vida do indivíduo. Portanto, buscar ajuda profissional imediatamente é de suma importância.”

Considerações Finais Sobre a Unha Encravada

A unha encravada é uma condição comum que pode ocorrer por diversos motivos, como foi detalhado ao longo deste artigo. Porém, essa condição pode ser bastante dolorosa e limitante. Geralmente, o problema não se resolve sozinho, necessitando de tratamento para evitar complicações mais sérias. Entender os fatores que contribuem para o desenvolvimento de unhas encravadas, assim como os métodos de prevenção, seus sintomas, causas e tratamentos, é essencial para manter a saúde dos pés.

Fatos importantes sobre a unha encravada incluem:

• A unha encravada ocorre quando a unha cresce penetrando nos tecidos ao redor, causando dor, inflamação e vermelhidão.

• Fatores de risco para unha encravada incluem uso inadequado de calçados, unhas espessas ou mal cortadas, lesões no pé, diabetes, artrite, má circulação sanguínea e exposição excessiva a produtos químicos.

• Sintomas comuns de unha encravada incluem dor, inflamação, vermelhidão, calor, formação de pus e sangramento.

• Complicações graves de uma unha encravada podem levar a infecções mais sérias, inflamações dos tecidos ou ossos, lesões nervosas e alterações na pele.

• As opções de tratamento para unha encravada podem incluir cuidados podológicos, curativos, remoção parcial ou total da unha, e técnicas como a laserterapia.

• Práticas preventivas incluem usar sapatos confortáveis, hidratar os pés, manter as unhas curtas e limpas, evitar calçados apertados, manter os pés sempre secos e limpos e manter um peso saudável.

• Se a condição não melhorar com cuidados caseiros, é aconselhável procurar um podólogo para evitar complicações mais sérias.

Para manter a saúde dos pés, é crucial compreender os fatores e sintomas que contribuem para o desenvolvimento de unhas encravadas, além de adotar práticas saudáveis para minimizar o risco. Se você suspeita que tem uma unha encravada, procure um podólogo para evitar complicações mais graves e obter o tratamento adequado.

Posts Similares sobre Podologia